Boa noite! Hoje é quinta-feira, 17 de agosto de 2017 | 18:30

-
-
Comitivas participam de seletiva para a Queima do Alho em Barretos / Rádio Piseiro Sertanejo®
Imprimir matéria

08/08/2017 [11h15] | Mundo do Rodeio

Comitivas participam de seletiva para a Queima do Alho em Barretos

Seletiva contará com comitivas de São Paulo, Goiás e Minas Gerais. Evento acontecerá no dia 19 de agosto, no Ponto de Pouso, no Parque do Peão. Tradicional concurso ocorre no dia 26
Comitivas participam de seletiva para a Queima do Alho em Barretos
Uma das peculiaridades do Concurso da Queima do Alho da Festa do Peão de Barretos é que os pratos elaborados precisam ser fieis ao estilo, sabor e tradição das comitivas de peões de boiadeiros que viajavam pelo Brasil no século passado levando boiadas e desbravando o país. Neste ano, o concurso comemora 62 anos, assim como a Festa de Barretos, sendo considerado o mais antigo do Brasil.

A importância da Queima do Alho na manutenção da cultura caipira foi reconhecida também por lei. O prato é considerado hoje Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

A final do festival gastronômico acontece no dia 26 de agosto, no segundo sábado da festa, no Ponto de Pouso, no Parque do Peão. Mas, no final de semana anterior (19), uma seletiva será realizada entre 17 comitivas que disputarão três vagas para o concurso tradicional, que já tem outras 17 comitivas tradicionais confirmadas. A seletiva acontece no mesmo local, às 12 horas. Além de comitivas do estado de São Paulo, a eliminatória contará com outras de Goiás e Minas Gerais.

O desafio dos cozinheiros é preparar o melhor prato típico do estradão, constituído de arroz carreteiro, feijão gordo, carne assada serenada e paçoca de carne. Vence a comitiva que, além de produzir a refeição mais saborosa e fiel à tradição, tiver mais utensílios característicos da época e que garantem a manutenção da cultura tropeira.

Coordenador do concurso, João Paulo Martins declara que a Queima do Alho faz parte da história do Brasil e também de Barretos. ''Nossa cidade cresceu no entorno de dois frigoríficos, por isso nossa cultura está tão ligada à cultura sertaneja. Esse almoço é a raiz da cultura sertaneja, o que há de mais típico'', relata. Os pratos e toda tralha são avaliados por um grupo de jurados.
Fonte: http://www.movimentocountry.com/

Comentários

Outras matérias

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

© 2017 | Piseiro Sertanejo | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução total ou parcial.Visite Salto Grande-SP | Desenvolvido por: KF Sites.com.br
0%